jizz tube carlos alba de martinez.
freeporn.com
Política

Após ser cassado sob acusação de ‘rachadinha’, vereador deve ser reintegrado à Câmara de Ilhéus

Luca Lima é acusado por assessoras de Rachadinha, assédio Moral e Sexual, e perdeu o mandato de vereador.

O vereador Luca Lima deve retornar à Câmara de Ilhéus. Nesta quarta-feira (29), o juiz anulou o processo de cassação do vereador acusado de “rachadinha”. De acordo com o juiz Alex Venicius Campos Miranda, não há nenhuma prova que incrimine o parlamentar e, portanto, sua cassação foi ilegal. Na decisão, o magistrado determinou que Luca seja reintegrado à Câmara Municipal em até 48 horas.

Em meados de 2021, o vereador também foi acusado de assédio moral e sexual, além de desvio de função de servidores da Câmara, que estariam desempenhando atividades na clínica particular de Luca, de recuperação de dependentes químicos. Na época, as denúncias geraram revolta em populares, que exigiram dura punição ao vereador.

Com as investigações de quebra de decoro parlamentar, a Câmara de Ilhéus votou pela cassação do vereador. Foram 18 votos favoráveis e apenas um contrário, do edil Nerival Reis (PSL). Na votação também foram contabilizadas uma abstenção, do vereador Luciano Luna (PV) e uma ausência, do próprio Luca. O também empresário e cacauicultor foi o primeiro em Ilhéus a ter o mandato cassado.

Luca Lima ocupava o cargo de segundo secretário na Câmara. Ele foi eleito em 2020 com 442 votos e esse é o seu primeiro mandato. Luca continua a responder pelas acusações.

Compartilhe essa notícia

Parceiros

tattooed tgirl blown in twosome.indian xxx